SEQUESTRO EMOCIONAL: o que é?

SEQUESTRO EMOCIONAL: o que é?

Sequestro emocional  diz respeito ao sentir e agir antes mesmo de qualquer organização e processamento de informações da experiência vivida, ou seja, antes de entender e nomeá-las. 

Isso significa manifestar comportamentos impulsivos, a partir de emoções vivenciadas frente a situações, sem medir consequências. Daí muitas pessoas podem manifestar arrependimento, provocar impactos negativos, perdas ou consequências graves posteriormente por suas ações impensadas.

Quem criou este conceito foi o psicólogo Daniel Goleman para descrever o processo onde impressões sensoriais são enviadas diretamente do tálamo à amígdala, antes de serem plenamente processadas pelo neocórtex. Mas quem identificou primeiramente este processo foi o neurocientista americano Joseph E. LeDoux, em 1993. 

O sequestro emocional pode resultar em comportamentos impulsivos e inapropriados, dos quais os indivíduos podem vir a se arrependerem posteriormente, por exemplo, um acesso de fúria que podem resultar em agressão ou assassinato, onde a pessoa age com base em um impulso intenso de raiva, sem refletir ou pensar nas consequências de seus atos no momento da ação. 

E como evitá-lo? Confira as dicas abaixo:

  • Autoconsciência e Autopercepção: procure tomar consciência das situações que para você são gatilhos de medo, raiva ou que provoque você agir impulsivamente. Nomeie elas antes de agir, por exemplo “neste momento sinto medo”, “estou ansioso”, “estou com raiva”;
  • Regulação gestão emocional: desenvolva maior tolerância às emoções, especialmente às agradáveis, melhor auto-observação e percepção do como elas se manifestam no seu corpo;
  • Respire e conte antes de agir: respire, conte até 6 ou até 10 antes de agir, seja para fugir da situação, seja para atacar, explodir, ou seja, antes de agir impulsivamente. Isto permite seu cérebro dissipar a cascata de neurotransmissores envolvidos antes de agir;
  • Mindfullness: exerecícios de mindfullness são excelentes para promover autoconsciência, regulação emocional, atenção plena e evitar o sequestro emocional;
  • Tenha uma válvula de escape: aqui os esportes, atividades corporais em geral, atividades artísticas, meditação, jardinagem e outras práticas são excelentes ferramentas para que possa liberar as emoções de forma assertiva;
  • Faça terapia: como estratégia de promover todas as outras acima, ampliar seu autoconhecimento, aprender estratégias de regulação emocional, identificação de emoções, treinamento de habilidades sociais, inteligência emocional entre outros conhecimentos e estratégias de promoção de saúde mental.

Deixe seus comentários. VOCÊ é muito importante por aqui:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading Facebook Comments ...